Campus Party Brasilia!



Campus Party Brasilia 
#CPBSB


Fala galera blza?
Segue abaixo um resumo da nossa primeira Campus Party!

Antes de mais nada uma explicação rápida do que é a Campus Party!
A Campus Party Brasil é o principal acontecimento tecnológico realizado anualmente no Brasil. Nele são tratados os mais diversos temas relacionados à Internet, reunindo um grande número de comunidades e usuários da rede mundial de computadores envolvidos com tecnologia e cultura digital (via wikipedia).
Fomos bem recebidos pelos organizadores do evento logo na chegada, após o credenciamento arrumamos as malas em nossas barracas e preparamos os equipamentos na bancada que já estava reservada pela comunidade Távola Quadrada. (Caso queriam saber o que é a Távola assistam esse vídeo clicando aqui).

Fazendo uma comparação com a Campus SP o evento de Brasília tem uma proporção menor, utilizando como exemplo o espaço foi reduzido aproximadamente 3 vezes.  Aqui também não encontramos muitos “Casemod” que viraram um evento a parte a Campus São Paulo, por Brasília estar vivendo uma crise hídrica não temos bebedouro e nem água disponível para beber, a organização inseriu um galão para os campuseiros mas a solução mesmo é comprar.
Bom chega de falar dos problemas que todos eventos passam para mostrar o lado TOP da Campus Party. 

Essa é a primeira Campus que a equipe Middleware Brasil comparece completa, um ponto bastante importante do evento é o networking que é realizado, várias pessoas como microempreendedores, desenvolvedores e até pessoas ligadas ao governo vieram em nossa bancada jogar um pouco de Playstation VR e bater um papo sobre tecnologia e o que é o Middleware Brasil.
Estamos com a bancada ao lado de 2 figurinhas (Teteus Bionic e a Manoela Meroti) que desde cedo apreenderam a empreender e programar respectivamente, são palestrantes aqui no evento 

Teve também uma palestra interessante com o João Ricardo Pagotto falando sobre QT que é um framework que vem crescendo a passos largos como IDE de desenvolvimento para multiplataformas, hoje em dia você precisa desenvolver a sua solução para diversas plataformas como Windows Phone, Linux, Windows, MacOS, IOS, Android, etc. Com o QT os seus problemas acabaram, você poderá desenvolver a sua solução usando o QT e depois é só compilar e sair instalando nas plataformas disponíveis, suas horas de desenvolvimento terão que ser reduzidas! Rsrs

Achamos bastante interessante a parte externa do evento que é onde ficam as famosas corridas de drones que foi sensação na Campus São Paulo, lá você encontra também a batalha de robôs além dos foodtrucks e diversos stands com startups que estão presentes no evento. Achamos uma ótima ideia essa área externa em um ambiente arborizado principalmente nesse clima seco que está em Brasília.
Hockey de Robôs e Campeonato de Drones

Conversamos também com o Engenheiro de Computação da NASA Gabe Gabrielle que é uma pessoa muito simpática, em sua palestra falou um pouco sobre o trabalho que ele exerceu durante 17 anos na empresa, assim como orientar os jovens que pensam em seguir nessa área de ciência e tecnologia. Hoje ele percorre o mundo palestrando para crianças e adolescentes tentando passar um pouco da sua experiencia nessa profissão para esses jovens e se possível e evangelizar ao máximo a ciência no mundo.

E para completar essa nossa aventura em nossa primeira Campus Party, assistimos a palestra sensacional do Richard Stallman. O criador do GNU GPL, evangelizador do software livre, avesso a todas as tecnologias que não possuem código aberto e não dê possibilidade ao usuário para altera-la a qualquer momento, já deixou claro em sua primeira frase qual seria o tom de sua palestra. “Peço que, se quiserem fazer fotos minhas, não publiquem no Facebook, no Instagram, no Whatsapp e outras redes, que são monstros da vigilância. E se forem distribuir áudios e vídeos, usem sistemas que favoreçam o software livre”, o cara é marrento, não usa nenhuma rede social nem celular, criticou fervorosamente todos que usam, frisou que estamos gerando dados para essas grandes empresas sem saber o real negócio delas. Ele falou um pouco também sobre o Kindle da Amazon, “Eles podem incluir propriedades que fazem mal aos usuários. O "Amazon Swindle" [aqui ele faz um trocadilho com o dispositivo de leitura digital Kindle; swindle significa enganar] é uma das dezenas de exemplos de sistemas que espionam. A Amazon sabe que página você está lendo, que anotações fez. Spotify e Netflix obrigam o usuário a se identificar e registram o que ele ouve e assiste. Isso é vigilância”. Por ter o código fechado eles acabam fazendo o que quiser com nossas informações e isso é contra o que Richard acredita e briga para acontecer. Para ele “Sistemas digitais não devem existir para cumular dados sobre as pessoas”.  Richard acredita que todo programa proprietário é um malware, enfim, foi a palestra mais esperada do evento e pode ter certeza que foi a melhor de todas, ele defende fervorosamente o que acredita e tenta na medida do possível evangelizar as pessoas a utilizarem o software livre.
Pode ter certeza que após essa palestra a equipe Middleware Brasil vai olhar com outros olhos a comunidade de Software Livre!

Esse foi um breve resumo de nossa estadia na Campus Party Brasilia. Muito obrigado galera e fiquem ligados nas novidades que estão por vir.
Equipe Middleware Brasil na CPBSB

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como instalar Servidor Web Apache no Ubuntu e Debian

Red Hat Summit 2017 - Visão Geral